Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O jogo começou bem para o Benfica, nos primeiros 5/10 min os encarnados conseguiram lançar 2/3 contra-ataques que causaram perigo na defesa do Dortmund. Depois disso as coisas complicaram-se para a equipa da Luz.

 

O domínio do Dortmund na 1ª parte foi evidente e a meu ver deve-se a um momento do jogo crucial: Transição defensiva.

 

A equipa do Dortmund foi eximia neste aspeto, mal perdia a posse de bola, rapidamente 3/4 jogadores 'caíam' em cima do portador da bola do Benfica. Esta forte pressão alta não deixou o Benfica construír e simplesmente deixou de existir ofensivamente. 

 

Um dos jogadores que mais se ressentiu desta pressão da equipa Alemã foi Pizzi. A meu ver, Pizzi foi um jogador que passou completamente ao lado do jogo. Na 1ª parte com sucessivas perdas de bola, que deram origem a lances de muito perigo na área encarnada e também na 2ª parte (mas nesta num outro aspeto, que já vou abordar)

 

A equipa do Dortmund acabou por desperdiçar todas as oportunidades que criou na 1ª parte e o jogo foi para o intervalo 0-0, apesar do domínio avaçalador dos alemães, que pura e simplesmente não deixou jogar o Benfica.

 

Na 2ª parte, Rui Vitória percebeu, e muito bem, que a sua equipa estava a ser atropelada pela forte pressão do Dortmund. Retira Carrillo (que estava a fazer um bom jogo, fechando muito bem o seu corredor, mas acabou por ser o sacríficado) e lança Filipe Augusto. Com isto o Benfica passa a jogar num 4-3-3, com Fejsa na posição 6, com Filipe Augusto e Pizzi à sua frente, completando o meio campo. 

Com isto o Benfica consegue equilibrar as contas no meio campo e a superioridade do Dortmund deixa de ser tão avassaladora pois o Benfica passou a ter mais um homem naquele setor.

 

Voltando ao tema do Pizzi, volto a referir que este foi um jogo muito mau do jogador português. Se na 1ª parte perdeu muitas bolas, na 2ª parte a sua tarefa defensiva e a sua pressão não foram suficientes. Não sabia quem, nem onde, pressionar. Muitas vezes mandava um sprint e pressionava os centrais do Borussia em zonas sem perigo nenhum e depois quando esses mesmo centrais, ou o médio defensivo do Borussia, entravam no meio campo defensivo do Benfica com bola, Pizzi fazia uma defesa passiva. Limitava-se a acompanhar o jogador.

 

(De facto, Pizzi no campeonato Português acaba por ser crucial no Benfica, mas porque não é pressionado e tem tempo para pensar o jogo. Nestes jogos, em que a equipa adversária pressiona alto, Pizzi ressente-se, e com isso, o jogo do Benfica não é suficiente)

 

Poucos minutos depois surge o golo de Mitroglou e com ele o Benfica acaba por se fechar ainda mais. Rui Vitória lança Cervi para o lugar de Rafa e, com isto, procura não só, refrescar o ataque da equipa para explorar um eventual contra ataque mas também fechar o lado esquerdo, com Cervi a acompanhar o lateral do Dortmund (do outro lado estava Salvio a fazer o mesmo). Capturar (2).PNG

 

O jogo arrastou-se e o Borussia procurou de todas as formas o golo, tendo conseguido grandes oportunidades para o fazer mas acabou por não as concretizar, umas vezes por culpa da grande exibição de Ederson, outras por desacerto dos jogadores da equipa Alemã com a baliza encarnada. 

Capturar (3).PNG

 

 

O jogo fechou ao fim e o resultado manteu-se. Apesar do que se passou dentro de campo o Benfica leva para a Alemanha um grande resultado. Mas no jogo da 2ª mão precisa de ter outra abordagem (mais próxima da que fez na 2ª parte mas com um ou outro detalhe a terem de ser melhor trabalhados)

 

De realçar a capacidade de sofrimento do Benfica, a exibição de Ederson, a análise de Rui Vitória ao intervalo, a ineficácia do Dortmund e acima de tudo, a fantástica transição defensiva do Dortmund.

Capturar (1).PNG

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:55



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D